domingo, 18 de julho de 2010

Programa Carreiras fala sobre o Perito Criminal


Este programa fala sobre uma carreira fundamental para o Judiciário -
a de perito criminal. O perito é um funcionário público, a serviço da
justiça, que realiza a análise crítica e científica dos locais onde
ocorreram crimes. "O perito, como auxiliar da justiça, analisa
vestígios. Ele produz a prova pericial que auxilia o juiz em suas
decisões", conta o entrevistado Hélio Buchmüller, da Polícia Federal.
Como mestre em Genética e doutor em Ciências, Buchmüller trabalha com
genética forense em laboratório, na elucidação de casos policiais.
O programa mostra quão misteriosa e instigante é a profissão que lida
com investigação e provas materiais. O estudante do décimo semestre do
curso de Direito, Lívio Silva Freitas, participou do programa e tirou
as dúvidas sobre a atuação desse profissional.

O exercício de perito criminal no Brasil tem se desenvolvido a cada
dia e hoje conta com um banco de dados capaz de cruzar informações
genéticas de dezoito laboratórios brasileiros. O Code, como é chamado,
é um programa de computador com a mesma tecnologia utilizada pelo FBI
e tem a capacidade de armazenar informações de vestígios retirados de
cenas de crimes, e padrões genéticos de criminosos e vítimas. Um
aliado em muitos países e que ainda precisa de apoio para ajudar a
justiça também no Brasil. É que os dados genéticos só podem ser
armazenados com o consentimento do doador. Um desafio para os
profissionais da área e uma tarefa para a justiça brasileira é a
criação de políticas públicas que, a exemplo de outros países, criem
leis e iniciativas para que a doação do perfil genético seja de alguma
maneira obrigatória. "O banco de dados no Brasil já existe, assim como
nos 50 países mais desenvolvidos do mundo (...) só que é uma
ferramenta ainda não utilizada pela justiça. A militância política é
para que os peritos passem o seu conhecimento técnico para os
juristas, para que eles entendam a ferramenta poderosa que a justiça
tem em suas mãos e tem que utilizar", explica Buchmüller.

O programa mostra dicas de livros utilizados pelos peritos para o
ingresso na carreira e alguns que são utilizados durante o trabalho. A
literatura da área é basicamente em inglês, o que estimula o estudo de
outras línguas ao interessado em se tornar perito criminal.
Techiniques of Crime Scene Investigation, de Barry A. J. Fischer é um
deles, com ilustrações em fotografias.

O programa trata das séries americanas de televisão que falam sobre
perícia de crimes seriais e acabam por estimular o interesse pela
profissão.

O Carreiras também pode ser visto pelo http://www.youtube.com/programacarreiras

2 comentários:

  1. Muito importante as informações desse artigo,Paulo! Como sempre antenado e socializando com a gente. Conhecimento, técnica e ciência são as chaves da invesigação criminal, e são justamente materializadas através do importante trabalho da perícia criminal. Parabén!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Roberta!Infelizmente, ainda não temos no Brasil, e, especificamente no RN, a cultura da valorização da Perícia Criminal como essencial na garantia dos direitos humanos, tendo em vista que uma prova científica,imparcial, bem embasada, contribui sobremaneira para a correta aplicação da lei.
    No entanto, continuamos na luta! Forte abraço!

    ResponderExcluir

Fiquem à vontade para opinar, criticar, sugerir...