terça-feira, 7 de setembro de 2010

Violência contra a mulher

... falando em violência doméstica:
no Brasil:

1,9% do PIB é consumido em face da violência doméstica;

4 em cada 5 faltas ao trabalho das mulheres é por causa da violência doméstica;

perfil das vítimas: 76% restam com lesões corporais, 40% das agressões resultam em lesões corporais graves , 24% sofrem agressão física e moral, em 17% dos casos há utilização de objetos, 76% têm filho com o agressor, 17% estão grávidas; 30% dos filhos também são agredidos; 75% são agredidas seguidamente, 7% uma única vez. Apenas 50% buscam auxílio policial por conta própria;

a cada 15 segundos uma mulher é espancada;

25% das mulheres são vítimas da violência doméstica;

33% da população feminina admite já ter sofrido algum tipo de violência;

em 70% das ocorrências de violência contra a mulher o agressor é o marido ou o companheiro;

a violência doméstica é a principal causa de lesões em mulheres entre 15 e 44 anos;

os maridos são responsáveis por mais de 50% dos assassinatos de mulheres e, em 80% dos casos, o assassino alega defesa da honra;

1,9% do PIB brasileiro é consumido no tratamento de vítimas da violência domestica;

80% das mulheres que residem nas capitais e 63% das que residem no interior reagem às agressões que sofrem;

11% das mulheres foram vítimas de violência durante a gravidez e 38% delas receberam socos e pontapés na barriga;

são registradas por ano 300 mil denúncias de violência doméstica;

no mundo:

41% dos homens que agridem as mulheres também agridem os filhos;

um terço das crianças que sofrem violência vão reproduzir o ciclo;

60 milhões de mulheres já foram mortas por questões de gênero;

nos Estados Unidos, 4 milhões de mulheres apanham por ano, a cada 12 segundos uma mulher é golpeada e ocorre um espancamento a cada 18 minutos; a cada 9 segundos uma mulher é fisicamente violentada por seu companheiro;

na Bolívia, em caso de lesões, o marido só é punido se a mulher ficar incapacitada por mais de 30 dias;

o espancamento de filhos e os crimes passionais ocorrem na mesma proporção em todas as classes sociais.



Fonte: enviado por email pelo Perito Criminal Gerhard Boehme - Policia Técnica-Cientifica de São Paulo - gerhard.geb@policiacientifica.sp.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fiquem à vontade para opinar, criticar, sugerir...