sexta-feira, 24 de maio de 2013

Leaf, o elétrico mais vendido, vai equipar a PM do Rio

Uma sugestão para o Governo do RN. Energia limpa, sem emissão de gases e sem poluição sonora, além de ser um atrativo a mais para a nossa orla.


Duas unidades do modelo da Nissan farão patrulhamento na orla. Nos EUA, Leaf já vendeu 25 mil unidades


A Polícia Militar do Rio vai ter duas viaturas do Leaf, o carro elétrico que a Nissan está vendendo no Brasil de forma gradual e limitada. Dez unidades do carro já operam como táxi em São Paulo.

No Rio, o projeto terá duração de três meses, a partir de agosto. As duas unidades do carro, que não emite gases nem ruídos, farão o patrulhamento da orla marítima da cidade, ficando sob responsabilidade do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTUr).

Em São Paulo, o carro é usado no programa implantado pela prefeitura que prevê uso de veículos com fonte limpa de energia. O projeto foi iniciado em junho do ano passado com duas unidades do veículo. Este ano, mais oito unidades entraram na frota elétrica.

Mais de cinco mil pessoas já foram transportadas até hoje nos dois primeiros carros do projeto piloto de São Paulo, que tem duração de dois anos, segundo a Associação das Empresas de Táxi de SP, a Adetax.

Nos Estados Unidos o Leaf é um sucesso: em abril, as vendas já ultrapassaram as 25 mil unidades o carro é o elétrico mais vendido no mundo, com 62 mil unidades desde dezembro de 2010.

O WebMotors avaliou o Nissan Leaf em duas oportunidades. Na primeira vez falamos que o carro é um exemplo para um mundo fictício e ideal. Na segunda avaliação, cravamos que o Leaf é um carro divertido, ecológico e elétrico!

A polícia do Rio de Janeiro não é a primeira do mundo a optar pelos modelos elétricos da marca japonesa. Em Portugal, o Nissan também é automóvel de patrulha, como apuramos na reportagem sobre carros de polícia.

A Polícia Militar do Rio vai ter duas viaturas do Leaf, o carro elétrico que a Nissan está vendendo no Brasil de forma gradual e limitada. Dez unidades do carro já operam como táxi em São Paulo.

No Rio, o projeto terá duração de três meses, a partir de agosto. As duas unidades do carro, que não emite gases nem ruídos, farão o patrulhamento da orla marítima da cidade, ficando sob responsabilidade do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTUr).

Em São Paulo, o carro é usado no programa implantado pela prefeitura que prevê uso de veículos com fonte limpa de energia. O projeto foi iniciado em junho do ano passado com duas unidades do veículo. Este ano, mais oito unidades entraram na frota elétrica.

Mais de cinco mil pessoas já foram transportadas até hoje nos dois primeiros carros do projeto piloto de São Paulo, que tem duração de dois anos, segundo a Associação das Empresas de Táxi de SP, a Adetax.

Nos Estados Unidos o Leaf é um sucesso: em abril, as vendas já ultrapassaram as 25 mil unidades o carro é o elétrico mais vendido no mundo, com 62 mil unidades desde dezembro de 2010.

O WebMotors avaliou o Nissan Leaf em duas oportunidades. Na primeira vez falamos que o carro é um exemplo para um mundo fictício e ideal. Na segunda avaliação, cravamos que o Leaf é um carro divertido, ecológico e elétrico!

A polícia do Rio de Janeiro não é a primeira do mundo a optar pelos modelos elétricos da marca japonesa. Em Portugal, o Nissan também é automóvel de patrulha, como apuramos na reportagem sobre carros de polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fiquem à vontade para opinar, criticar, sugerir...